segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Eros e Afrodite, o mito do signo de Peixes



Tifon, deus da seca, inimigo hereditário dos deuses, perseguia Afrodite e Eros, divindade da sensibilidade e das trocas sentimentais. Um amor impossível unia Afrodite e Eros e sendo perseguidos por Tifon, numa fuga desesperada, pedem auxílio a todos os homens e deuses, não sendo atendidos por ninguém, que temiam a fúria de Tifon. Somente a cabra Amaltéia os socorre, mostrando-lhes o caminho seguro para fugir daquele deus terrível, indicando o caminho do mar, onde Tifon não poderia mais perseguí-los.

Entrando no reino de Poseidon, finalmente se livram de Tifon que fica impossibilitado de entrar no mar por ser o deus da seca. Poseidon envia dois delfins amarrados com um laço de ouro que leva Eros e Afrodite para as profundezas do oceano, onde viveriam seu sonho de amor eterno, onde nunca mais seriam perseguidos, nem pelos deuses, nem pelos homens.

Agradecidos, os deuses transformaram os delfins na constelação de Peixes. Afrodite retornou para o mar, de onde tinha nascido e se protegeu do monstro que a perseguia, mas teve que abandonar a terra firme e o contato com o mundo concreto e a realidade da matéria, tornando-se prisioneira do amor no mundo distante e irreal, que era o fundo do mar.

**********************

Poseidon na mitologia Grega, é a representação do deus dos Oceanos e das vias submarinas da terra. Ele pode ser um Deus bondoso e calmo, mas pode surgir de repente cheio de cólera, com seu tridente na mão, e se mostrar absolutamente hostil e destruidor. É na figura de Poseidon que encontramos a característica do signo de Peixes, que está sempre em conexão com um reino sem limites e de uma profundidade incomensurável. Peixes sabe que toda a vida se originou nas águas e, por esta razão, ele tem a compreensão total do que é a vida.

Peixes é o 12º signo do Zodíaco e resume em de si, todas as qualidades e contradições dos outros signos do zodíaco. Sendo o último signo do Zodíaco, ele compreende em si todos os outros signos, por ter se desenvolvido ao longo dos outros signos que o antecedem. É muito difícil definir o verdadeiro pisciano, pois ele é como um camaleão, se disfarça conforme a ocasião e se adapta a qualquer circunstância. Entre eles encontramos gênios como Einstein e ladrões, místicos e religiosos como Madre Teresa e drogados.

Peixes é o signo do misticismo e da fé. Os piscianos aspiram outra realidade, mais transcendental e longe da realidade. O pisciano quer ver o mundo perfeito, e por esta razão ele tenta apagar o sofrimento humano da face da terra, seja com a dedicação, seja com o escapismo, quando ele não suporta ver tanta miséria. É extremamente tolerante com os outros, porque ele consegue ver além das aparências e então busca ver, nos outros seres, somente o seu melhor lado.

Muitas vezes o pisciano é acusado de ser passivo e de não reagir mesmo às mais terríveis ofensas. Na realidade, ele compreende a alma humana como nenhum outro, e sabe que a ambição frenética pelo poder, a cobiça e a avidez não trazem a felicidade, por isso, ele é tolerante com os outros. Suas motivações são mais interiores e as coisas terrenas não lhe são tão importantes. Ele tem o segredo do inconsciente e possui a chave para abrir todos os mistérios da natureza humana. O signo de Peixes encerra em si todos os sofrimentos da humanidade, todos os seus anseios, todas as suas desilusões e ele anseia pelo verdadeiro amor universal.

O Mito do signo de Peixes é representado por dois peixes ligados por um cordão de ouro. Estes dois peixes olham cada um numa direção, daí a ambivalência deste signo. Ninguém é mais volúvel e mutável do que Peixes. Ele se disfarça, muda como um camaleão, e adora dramatizar e criar personagens. Mas ele precisa permanecer no mundo da fantasia pois a realidade é algo incompreensível para ele, por isso não consegue lidar com a matéria.

Estamos na Era de Peixes que logo será substituída pela Era de Aquário. No momento estamos vivendo a superposição das duas eras. A Era de Peixes é a era dos grandes avatares, como Buda, o Cristo, São João Batista, e outros que vieram trazer para a humanidade a mensagem da Era de Peixes, o sacrifício e o amor ao próximo. Mas o ser humano ainda não compreendeu totalmente a mensagem...

Eis porque o signo de Peixes é considerado tão devotado e se sacrifica tanto pelos outros seres. A chave para compreendê-lo é a compaixão. Ele possui uma grande compreensão daquele mistério que diz: dentro de cada homem há um Deus. Ele compreende o significado do princípio hermético: Deus é mente, o Universo é mental.

O signo de Peixes faz parte da Mente Divina e vê em cada ser humano uma pequena parcela Divina que ali reside. Por essa razão, ele perdoa sempre. No entanto, lhe falta a perseverança, disciplina, continuidade e dedicação ao trabalho. Ele não age, espera; se acha sempre vítima das circunstâncias e permanece passivo, até que lhe venha uma ajuda providencial...

Somente o tempo diz:
que confiança é vidro, que ganância é pedra,
que desprezo é arrependimento, que ilusão é tombo,
que mentira é espelho...

13 comentários:

  1. adoreeeeeeeeeei eu sou assim mesmoooo principalmente na parte que diz do mundo da fantasia e nao gostar da realidade! adoro esse signo peixes arrebenta!

    ResponderExcluir
  2. Deus é mente, o Universo é mental. .... perfeito.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Na verdade, Afrodite e Eros eram mãe e filho, logo não viviam um amor impossível. A lenda conta que, quando estavam passeando pelo rio Eufrates, Tifon apareceu, querendo destruí-los. Então, dois peixes os salvaram, levando-os em suas costas pelo rio, onde Tifon não poderia entrar. Assim, a deusa Minerva, como recompensa, colocou os dois peixes entre as estrelas, criando-se, assim, a constelação de Peixes. A cabra Amaltéia, na realidade, salvou a vida de Júpiter, não tendo relação com a lenda de Peixes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, Afrodite e Eros eram mitos e, como todo mito, possui diversas versões. Nenhuma é certa ou errada. É tudo uma questão de locais diferentes e passar do tempo.

      Excluir
    2. Eu também fiquei confusa quando li que Eros e Afrodite eram amantes... Afinal, Se Eros estivesse com Afrodite, não estaria com Psiquê!

      Excluir
    3. nao se esqueçam que houve tbm o sincretismo entre gregos e romanos na mitologia romana afrodite(venus) nao tinha paternidade e nao era casada com ninguem fora q cada cidade cultuava uma lenda diferente dai vem varios mitos..
      isso aconteceu aki no brasil tbm com os Orixas africanos e seus Itans(mitos)

      Excluir
  5. Ual.... obrigada... Você só definiu belissimamente nós piscianos???

    ResponderExcluir
  6. Nossa adorei definiu todos nós
    de peixes

    ResponderExcluir
  7. Texto maravilhoso. Até compartilhei. Amei demais.

    ResponderExcluir
  8. Texto maravilhoso. Até compartilhei. Amei demais.

    ResponderExcluir
  9. A melhor definição de Piscianos que já ví em toda a mídia, somos assim mesmo, esse mundo terreno restrito são dos outros signos, principalmente dos Leoninos que se dizem serem o máximo. Nós somos deuses, não fazemos nenhuma questão dessas coisas supérfluas, estamos conectados com um mundo ilimitado, desconhecido por todos os signos anteriores a nós. Só com apenas a palavra temos o poder de cessar ou desencadear uma guerra, com a palavra podemos fazer até o diabo mudar de opinião, quanto mais o ser humano. O único inimigo que consideramos pálio para nós é o nosso próprio "Eu", ou seja, lutamos implacavelmente contra nós mesmos, pois o próximo aos nossos olhos são como frágeis formigas que podemos facilmente encaminhá-las para um terreno plano e seguro ou para um precipício...

    ResponderExcluir

Agradeço os seus comentários, críticas e sugestões

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares