sábado, 24 de julho de 2010

Quiron, o curador ferido



Os centauros nasceram de um grande mistério. Diz a lenda que Ixion, filho de Ares, durante um banquete junto aos deuses tentou seduzir a esposa de Zeus. Percebendo as intenções de Ixion, Zeus moldou uma nuvem à semelhança de sua mulher Hera. Sem perceber, Ixion se uniu à nuvem dando origem aos centauros.

Apesar de Quíron ser o rei dos centauros, ele não era filho de Ixion. Quíron era filho de Cronos e da oceanide Filira. Conta a lenda que, para fugir da desconfiança de sua mulher, a deusa Réia, Cronos transformou-se em um cavalo para amar a bela Filira. Dessa união nasceu no monte Pélion,um menino metade homem, metade cavalo. Inconformada em ter gerado um Centauro, Filira teve repulsa do filho. Para não sofrer com a imagem do pequeno monstro, ela pediu aos deuses para que a transformassem em uma árvore.

Compadecidos, os deuses a transformam em uma Tília. Ao ver a amada imóvel em forma de árvore, só restou a Cronos protegê-la dos raios e dos lenhadores, fazendo com que a Tília exalasse para todo sempre um agradável e inebriante perfume quando floresce na primavera. Quiron foi entregue para ser educado por Apolo - o deus sol e por Ártemis, a deusa-lua. Por sua sabedoria, virtudes e grande espiritualidade, foi sagrado rei dos centauros recebendo a incumbência de educar os jovens quanto ao respeito às leis divinas.

Cronos amava o filho e decidido a evitar que ele tivesse o mesmo destino dos centauros que eram violentos e cruéis, Cronos lhe deu as suas virtudes de deus do tempo, fazendo-o o mais sábio dos Centauros. Quiron herdara de seu pai os conhecimentos da magia, da astronomia e o dom de prever o futuro. Mesmo tendo o seu lado bestial, Quiron era um Centauro sábio e gentil, conhecedor das artes e da música.

Certa vez, quando seu amigo Héracles ou Hércules ao vencer e matar a mostruosa Hidra de Lerna, mostrando-lhe suas cabeças envenenadas, acidentalmente feriu Quiron na coxa com uma das flechas impregnadas com o sangue do monstro. Quiron era um ser imortal mas não conseguia curar a si mesmo. Assim ficou condenado a viver em sofrimento, sacrificando sua felicidade terrena e devotando-a inteiramente aos ensinamentos da sabedoria espiritual.

**************

Quiron representa a parte do ser humano que se eleva às questões do espirito para compreender o mestre espiritual que existe em cada ser humano. Era considerado como um Pontífice que significa "o construtor de pontes", que são os padres e os pastores que servem de guia espiritual, estabelecendo uma relação entre Deus e o homem. É o intérprete que esclarece a natureza das leis que regem a sintonia com o divino. As leis de Quiron, o Hierofante, dizem respeito à boa conduta aos olhos de Deus.

Quiron não representa qualquer sistema religioso. Ele é uma criatura selvagem, metade homem, metade animal, que nos transmite uma lei individual em que o homem só se encontra no seu próprio mestre interior. Por isso, as pessoas experimentam Deus de uma forma individual, com o que Ele representa para cada um.

Os ferimentos de Quiron o transformaram no curandeiro ferido, aquele que, por meio de sua própria dor, é capaz de compreender a dor dos outros. Quiron representa a parte ferida de cada um simbolizada por alguma deficiência, limitação ou problema, que o torna benevolente em relação aos que o cercam, pois entende-lhes o sofrimento com compaixão.

O paradoxo se apresenta na forma do centauro, metade deus e metade cavalo, na capacidade de compartilhar o instinto e o espírito, contendo a dualidade própria da condição humana. Nunca o ser humano será capaz de ser totalmente humano e nunca será totalmente um animal, tendo que aprender a conviver com as duas partes. Dessa mistura vem a sabedoria do centauro, que compartilha do conhecimento de Deus e do conhecimento das leis naturais.

7 comentários:

  1. Adorei esta história, meus parabéns pelo blog. É sensacional

    ResponderExcluir
  2. Quíron em Áries


    Quíron

    Quíron o Rei dos Centauros.
    Quíron é as dores do parto na alma,
    É o guerreiro interior ferido,
    É a auto-afirmação a si mesmo,
    O romper da casca,
    A Força descomunal,
    A cura de sua própria ferida,
    A potência represada,
    A ponte para ser atravessada,
    O caminho para ser caminhado,
    A barreira para ser derrubada,
    A outra vida depois da muralha.
    Quíron em Áries
    Engole o mundo e se torna o que é interiormente.

    Saturnino Queiroz
    J.Nunez

    ResponderExcluir
  3. Que bela história de O curador ferido! Grata por compartilhar.

    ResponderExcluir
  4. muito interessante esta historia.. coisa de grego mesmo kk realmente muito bacana

    ResponderExcluir
  5. Gostei da história da mitologia grega, cada de nós tem esse Quirion é preciso trabalhar a potencia represada muito bom.Terezinha Mendes.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, Lúcia, por seu blog. Parabéns, ainda, por sua apresentação no "Quem Sou". Virei seu fã. Procure sempre estar atualizando este blog, pois me tornarei um visitante constante. Um abraço!

    ResponderExcluir

Agradeço os seus comentários, críticas e sugestões

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares